segunda-feira, 29 de junho de 2009

Osteoporose


A osteoporose é um distúrbio osteometabólico que tem como principal característica a diminuição da densidade mineral óssea, que é irreversível e diminui a qualidade dos ossos.Mais comuns em mulheres a partir das 50 anos e homens após os 70 anos de idade.
Incluem-se como fatores de risco: Baixo índice de massa corpórea, tabagismo ,alcoolismo, sedentarismo ,imobilização prolongada,baixa ingestão de cálcio, menopausa , uso prolongado de corticóides ,fatores ambientais domésticos , problemas de equilíbrio e fraturas.
Sinais e sintomas: A osteoporose é assintomática, de processo lento e progressivo, devido seu caráter silencioso, acaba sendo diagnosticada apenas após a ocorrência de fratura óssea, principalmente na região do punho, quadril e vértebras.
Após a ocorrência dessas fraturas ósseas é que irão surgir dor devido esse distúrbio .As fraturas encontradas, geralmente são no colo de fêmur, vértebras e punho.
Diagnóstico:O diagnóstico precoce e mais comum pode ser realizado com um exame de densitometria óssea,hoje é muito realizado como medida preventiva.
Tratamento fisioterapêutico:
O fisioterapeuta atua na prevenção de complicações com um programa que objetiva:
  • aumento da flexibilidade, alongamento muscular, melhorar ou manter o equilíbrio;
  • condicionamento físico e fortalecimento muscular para evitar quedas que possam resultar em fraturas;
  • diminuição da dor quando a mesma estiver presente;
  • O uso de sapatos adequados deve ser indicado pelo fisioterapeuta, com palminhas macias e leves e de preferência solas antiderrapantes.
  • É papel também do fisioterapeuta educar a família e o paciente sobre os cuidados que se deve ter para prevenir quedas.

A fisioterapia aquática é a mais indicada para esses pacientes, pois pode ser realizada de maneira lúdica, em grupo ou individual e por ter baixo impacto devido as propriedades da água atuando nas articulações e também diminui o risco de fraturas durante a execução dos exercícios e alongamentos indicados.

Osteoporose e atividade física: Quando uma mulher treina intensamente, que tem sua gordura corporal reduzida drasticamente até um ponto em que seu ciclo menstrual acaba cessando a parada da menstruação pode retirar o efeito protetor do hormônio estrogênio sobre o osso e tornar esta mulher jovem mais vulnerável à perda de cálcio. Somando-se a isso uma nutrição inadequada, o problema é acentuado, com isso a atividade física não é mais benéfica e o risco de lesões músculo-esqueléticas aumentará durante o exercício.

2 comentários:

  1. Minha Vó tem isso.
    Ta gordinha, e o osso ta no "osso" :(
    Ela anda tomando comprimidos de calcio. Sera que isso ajuda mesmo?

    ResponderExcluir
  2. Josiane Schwartz Pazetto1 de julho de 2009 13:38

    O suplemento de cálcio ou combinado com a vitamina D reduz o risco de fratura provocada pela osteoporose após os 50 anos.O cálcio forma ossos resistentes, mas é a vitamina D que ajuda o organismo a absorver este cálcio. É por esta razão que a terapia deve ser combinada com o suplemento e também vitamina D

    ResponderExcluir